viver à deriva e sentir que tudo está bem...

A vida é uma colcha de retalhos. Todos da mesma cor...

Geraldo C.

"Em tempos de engano universal, dizer a verdade é um ato revolucionário"
(George Orwell)

A parábola de Narciso Messias no país... Terras Brasílias.....

Caos (em grego:Cháos), na mitologia grega segundo Hesíodo, é o primeiro deus primordial a surgir no universo, portanto a mais velha das formas de consciência divina. A natureza divina de Caos é de difícil entendimento, devido às mudanças que a ideia de "caos" sofreu com o passar das épocas.


Lotto_Capoferri_Tarsia_Magnum_Chaos(1).jpg

A parábola de Narciso no PAÍS chamado Brasil...

Magnum Chaos (do latim, "Grande Caos") Basílica de Santa Maria Maior, Bérgamo, por Giovan Francesco Capoferri, sobre desenho de Lorenzo Lotto Filho(s) Nix, Érebo, Gaia, Tártaro

baixados (1).jpg

Chaos seu nome deriva do verbo grego chaíno (χαίνω), que significa "separar", "ser amplo", significando o espaço vazio primordial. Também poderia ser chamado de Aer (Αηρ), que significa "ar" ou de Anapnoe (Αναπνοη), que significa "respirar".

O poeta romano Ovídio foi o primeiro a atribuir a noção de desordem e confusão à divindade Caos. Todavia, Caos seria para os gregos o contrário de Eros. Tanto Caos como os seus irmãos são forças geradoras do universo. Caos parece ser uma força catabólica, que gera por meio da cisão, assim como os organismos mais primitivos estudados pela biologia, enquanto Eros é uma força de junção e união. Caos significa algo como "corte", "rachadura", "cisão" ou ainda "separação".

Filhos

Os filhos de Caos nasceram de cisões assim como se reproduzem os seres unicelulares (mitose). Nix (Noite) e Érebo (Escuridão) nasceram a partir de "pedaços" do Caos. E do mesmo modo, os filhos de Nix nasceram de "pedaços" seus; como afirma Hesíodo: sem a união sexual. Portanto a família de Caos se origina de forma assexuada. Não podemos afirmar mas nos tempos atuais no Brasil, podemos atribuir aos filhos de Narciso Messias, como filhos de Caos que nasceram de cisões assim como se reproduzem os seres unicelulares (mitose)...

Se Caos gera através da separação e distinção dos elementos, e Eros através da união ou fusão destes, parece mais lógico que a ideia de confusão e de indistinção elemental pertença a Eros. Eros age de tal modo sobre os elementos do Mundo, que poderia fundi-los numa confusão inexorável. Assim, seu irmão Anteros, que nasceria do mesmo modo que Gaia, Tártaro, e Eros sendo assim irmão do Caos, equilibra sua força unificadora através da repulsa dos elementos.

Caos é, então, uma força antiga e obscura que manifesta a vida por meio da cisão dos elementos. Caos parece ser um deus andrógino, trazendo em si tanto o masculino como o feminino. Esta é uma característica comum a todos os deuses primogênitos de várias mitologias.

É frequente, devido à divulgação das ideias de Ovídio, considerar Caos como uma força sem forma ou aparência. Isso não é de todo uma inverdade. Na pré-história grega, tanto Caos como Eros eram representados como forças sem forma. Eros era representado por uma pedra.

Ou seja, na mitologia grega, Caos é "pai-mãe" de Nix e Érebo, e "irmão-irmã" de Gaia, Tártaro e Ero.

baixados (2).jpg

Mito de Narciso

Na mitologia grega, um dos mais famosos mitos é o de Narciso, um jovem tão bonito que despertou o amor de Eco, uma bela ninfa. Narciso rejeitou esse amor, fazendo que a ninfa ficasse destruída com a rejeição. Como castigo, a deusa Nêmesis fez com que ele se apaixonasse por si próprio. Então, no dia em Narciso viu seu reflexo no rio, ficou admirando sua própria beleza até que definhou e morreu.

Mito de Narciso Messias

Na mitologia brasileira, um dos mais famosos mitos é de Narciso Messias, um capitão do exercito, com uma grande dose de narcisismo é saudável em um adulto, no caso deste senhor ajuda o indivíduo a ser coerente e a se reafirmar diante do mundo. No entanto, quando este pseudo amor próprio é excessivo, acaba dando abertura a um narcisismo patológico. Em casos mais extremos, o narcisista torna-se incapaz de dar um valor real para as pessoas. Elas tornam-se instrumentos que só servem como meio para a exaltação de si mesmo. Então, no dia em que Narciso Messias viu seu reflexo no rio, ficou admirando sua própria beleza até que ...

Narciso tem sido uma grande fonte de inspiração para os artistas há pelo menos dois mil anos, começando com o poeta romano Ovídio (livro III das Metamorfoses). Isto foi seguido em séculos mais recentes por outros poetas como (John Keats), e pintores (Caravaggio, Nicolas Poussin, Turner, Salvador Dalí, e Waterhouse). No romance de Stendhal Le Rouge et le Noir (1830), há um narcisista clássico na personagem de Mathilde. Diz o príncipe Korasoff a Julien Sorel, o protagonista, sobre a sua amada:

Ela olha para ela em vez de olhar para ti, e por isso não te conhece.Durante as duas ou três pequenas explosões de paixão que ela se permitiu a teu favor, ela, por um grande esforço de imaginação, viu em ti o herói dos seus sonhos, e não tu mesmo como realmente és.

375px-Michelangelo_Caravaggio_065.jpg

O mito tem uma influência decidida na cultura grega homoerótica inglesa vitoriana, por via da influência de André Gide no seu estudo do mito Traité du Narcisse ("O tratado de Narciso", 1891), e da influência de Oscar Wilde. Também, muitas personagens dos escritos de Fiódor Dostoiévski (escritor russo do século XIX) são tipos de Narcisos solitários, tal como Yakov Petrovich Golyadkin em O Duplo (Publicado em 1846). Ainda na literatura, Paulo Coelho, em O Alquimista, utilizou como prefácio o mito, usando também a emenda que Wilde escreveu sobre o que ocorreu depois da morte de Narciso.

O caos e os narcisistas

Os narcisistas patológicos implantam uma série de comportamentos destinados a satisfazer esse desejo de exaltação. O que esses comportamentos têm em comum é que semeiam o caos em maior ou menor medida. É na desordem que eles conseguem “ser alguém” e ter os demais sob controle.

"Sou Messias, mas não faço milagres", diz o Presidente Messias * sobre recorde de mortes por Covid 19...

*Redentor prometido por Deus para redimi-los, e à sociedade, estabelecendo uma nova ordem social de paz, de justiça e de liberdade...

John_William_Waterhouse_Echo_And_Narcissus.jpg

O caos é o selo de identidade dos chefes ou líderes que dão ordens e contraordens a todo momento. É o selo daqueles que implementam medidas absurdas que, em vez de facilitar as atividades, as entorpecem. São aqueles que não se comunicam claramente e dão lugar a confusões que, caso cheguem a um bom resultado, lhes permitem reclamar o crédito. E se levarem a erros, lhes permitem culpar os demais.

Na música, Caetano Veloso utiliza o espírito do mito de Narciso em letra de Sampa, onde pretende explicar o que lhe ocorreu quando diante de São Paulo pela primeira vez:

"[...] Quando eu te encarei

Frente a frente

Não vi o meu rosto

Chamei de mau gosto o que vi

de mau gosto o mau gosto

É que Narciso acha feio o que não é espelho

E a mente apavora o que ainda

Não é mesmo velho

Nada do que não era antes

quando não somos mutantes

[...]"

Combater o autoritarismo. 5 de abril de 2019; 1 Comment;

O governo de Narciso Messias não dá trégua à sociedade brasileira no seu afã de destruir o Estado Democrático, devastar as políticas públicas e de reforçar a cultura da violência e da morte. Afinal Narciso Messias é a maioria da sociedade que não aceita as diferenças e se recusa a acreditar na beleza e na felicidade fora dos padrões. Pois o ideal para cada um é aquilo que se iguala à sua própria imagem. Talvez seja por isso que eu veja um mundo tão feio.

TEXTO REFERENCIA

https://amenteemaravilhosa.com.br/caos-estado-favorece-narcisistas

https://pt.wikipedia.org/wiki/Narciso

https://osegredo.com.br/e-que-narciso-acha-feio-o-que-nao-e-espelho/


Geraldo C.

"Em tempos de engano universal, dizer a verdade é um ato revolucionário" (George Orwell) .
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //Geraldo C.