voar é preciso

Se há leveza, eu voo. Se a vida chama, eu vou.

Cláudia Alves

Amante de voos e sorrisos. Se há leveza, eu voo. Se a vida chama, eu vou. Afinal, voar é preciso.

O que você quer ser quando crescer?

Já parou para pensar sobre suas respostas? Talvez nunca tenhamos crescido, por não termos nos tornado o que queríamos ser quando crescer. Ou, talvez, nunca soubemos responder a essa pergunta.


se.jpg

Quando criança, ela adorava desenhar casas e substituía as brincadeiras de bonecas por um papel em branco, um lápis e uma borracha. E com sua imaginação, vivia dentro das casas que desenhava.

Quando a perguntavam o que queria ser quando crescer, ela não hesitava e logo respondia: Arquiteta! Seu olhar brilhava e um sorriso tímido se escondia entre as bochechas avermelhadas.

Outras profissões disputavam o seu desejo. Uma vez, respondeu que queria ser policial, com o argumento que arrancou sorrisos dos adultos presentes: "Preciso proteger meus pais dos ladrões".

Na adolescência, quando se aproximavam os vestibulares - aquilo que parece definir o destino de todas as nossas vidas para sempre e amém! -, a pergunta se intensificava e parecia persegui-la por onde andava. O seu maior desejo era não crescer, para não ter que a responder decisivamente.

E quando se tornou adulta, então, percebeu que a resposta sempre esteve com ela. Hoje, não arquiteta e muito menos policial, ela é o que qualquer pessoa deveria desejar ser quando crescer.

Um dos seus maiores desejos é de voltar no tempo à todas as vezes que a fizeram a pergunta "O que você quer ser quando crescer?". Sem hesitar, ela responderia: Eu.

Aprendeu que uma profissão não é o que define o que ela é e será.

E você, o que quer ser quando crescer?


Cláudia Alves

Amante de voos e sorrisos. Se há leveza, eu voo. Se a vida chama, eu vou. Afinal, voar é preciso. .
Saiba como escrever na obvious.
version 5/s/recortes// @obvious //Cláudia Alves