yasmincorbo

É necessário sair da ilha para ver a ilha.

Yasmin Corbo

Yasmin Corbo é publicitária, jornalista e escritora: adepta do olhar demorado, sincero e simples sobre si mesmo, as relações e a vida

Libertem Jesus

Em nome Dele, muitos libertam. Mas é Jesus quem precisa ser liberto do invólucro de cerimônia, mecânicas e barganhas em que fora inserido pelas mãos humanas.


Libertem Jesus do calendário humano. Que poder é esse que se limita a datas, ocasiões e rituais? O dia mais importante da sua jornada não foi marcado, e aconteceu há 2.000 atrás, suficientemente importante para todas as gerações posteriores, poderoso a ponto de dividir calendários.

Libertem Jesus dos sacrifícios, das promessas, das barganhas; Quando o povo que se diz cristão passa a oferecer holocaustos ao próprio sacrificado, eles provam que definitivamente não conhecem quem dizem amar. E assim discriminam quem por Jesus possivelmente seria protegido; aplaudem quem por Jesus seria abominado. Escandalizam o mais Manso dos homens, ignoram uma sociedade doente e têm preocupações rasas.

Libertem Jesus dos jargões e clichês. Das palavras repetidas. A tribo Dele era o mundo, desde sacerdotes até com prostitutas Ele se fez entender. E se faz até hoje em comunicações verbais e não-verbais. Em seu curto ministério, provou que se apavoraria com tamanha burocracia da fé, do pensamento do ganho segundo um ritual, da negociação do que sempre fora gratuito.

Libertem-o de tudo o que é tangível, pois se seu valor estivesse no físico, não teria passado tanto pouco tempo na Terra defendendo as conquistas invisíveis.

jesus.jpg

Liberem-o das filas no Vaticano e na Universal, das procissões e marchas em nome de um Homem que simplesmente caminhava. Ele é conhecido como Libertador, mas é Ele quem precisa ser liberto. Da língua que critica em Seu nome, da caridade carente de Vontade, da repreensão sem amor, da demonização exacerbada e da falta de olhar humano para o que não tem o “selo gospel”.

Tirem o Filho de Deus da prisão que quer tornar exclusivo e negociável o que é Patrimônio Humano: a fé. Libertem-o da pose triste e ensanguentada que insistem em propagar: Ele caminhou consciente em direção à morte. Sem amuletos. Sem correntinhas. Sem resistência. Sem tristeza.

Jesus precisa ser desaprisionado da visão do Cristo branco criado em Sol desértico. Cego seria se tivesse olhos claros. Cegos somos nós que não enxergamos tudo isso.

Em nome Dele, a visão de vida e fé foi hipersimplificada, como se o mistério da existência pudesse ser resumida, e a mera pronúncia do seu nome fosse mística.

Libertem Jesus do fardo que é ser garoto-propaganda de uma campanha de prosperidade financeira, tendo sido o profeta que, em cima de um burrinho, proclamou boas novas, e rejeitado foi exatamente por não ter o requinte esperado pelos judeus – ou o requinte dos templos de ouro.

E assim, sendo liberto, e não mais crucificado, Jesus terá espaço para ser Ele mesmo, lecionando a fé simples da qual ele é defensor. Deixando-o falar, ninguém mais precisará falar em nome Dele.


Yasmin Corbo

Yasmin Corbo é publicitária, jornalista e escritora: adepta do olhar demorado, sincero e simples sobre si mesmo, as relações e a vida.
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// //Yasmin Corbo